Arquivo de tag Apple

Poradmin

Novo Apple Watch terá sensor de temperatura para detectar febre

Uma função extremamente útil em tempos de covid-19 ainda persistente, a verificação da temperatura corporal estará presente no próximo Apple Watch Series 8, esperado para meados de setembro. De acordo com o especialista Mark Gurman – da Bloomberg – um novo sensor colocado no futuro relógio inteligente da Maçã não só irá detectar alterações na temperatura corporal, mas também incentivar o usuário a buscar um profissional de saúde.

Em uma reportagem especial publicada no domingo (3), na qual fala da crise na produção de chips, Gurman adianta que o medidor de temperatura corporal ainda irá passar por testes internos, antes de ser incorporado definitivamente no Watch Series 8 padrão, e também em uma nova versão “parruda” destinada a praticantes de esportes radicais. No entanto, a versão SE do relógio deverá vir sem a funcionalidade.

Como funcionará o novo sensor de temperatura corporal do Apple Watch Series 8?

De acordo com a reportagem da Bloomberg, o recurso de temperatura corporal do Apple Watch 8 não será uma aferição 100% específica, como ocorre nos termômetros de testa ou de pulso, mas funcionará como uma percepção de que o usuário pode estar com febre. Nesse caso, será emitida uma notificação para usar um termômetro dedicado ou buscar auxílio médico.

Além do leitor de temperatura, diz Gurman, algumas alterações (pequenas) de hardware poderão estar no novo relógio inteligente da Apple. Quanto ao desempenho geral, a capacidade deverá continuar a mesma, pois o chip S8 que deverá equipar o Apple Watch Series 8 é equivalente aos modelos S7 e S6, que equiparam as duas edições anteriores.

Há rumores de que as telas dos modelos de ponta podem vir mais brilhantes, mas a informação ainda não foi confirmada.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Apple Watch pode ganhar câmera na coroa digital

O plano de instalar uma câmera no Apple Watch parece não ter sido abandonado pela Maçã. Uma nova patente registrada pela empresa nessa terça-feira (31) nos dá uma ideia de como o recurso poderia funcionar em futuras versões do relógio inteligente.

Conforme o documento listado pelo Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos Estados Unidos, uma das possibilidades é a instalação do sensor fotográfico na coroa digital do smarwatch. Isso permitiria tirar fotos de outras pessoas enquanto o wearable permanece no pulso esquerdo ou fazer uma selfie se utilizá-lo na mão direita.

A patente cita ainda a opção de remover o relógio ou a sua caixa para captar uma cena. Também é mencionada a presença de um “emissor de luz” no gadget, que teria função dupla, atuando como flash e detector para o monitoramento da saúde.

Formas de usar a câmera do Apple Watch são ilustradas na patente.

Formas de usar a câmera do Apple Watch são ilustradas na patente.Fonte:  Pattently Apple/Reprodução 

E não é só na Digital Crown que a lente poderia aparecer, de acordo com o relatório. A gigante de Cupertino comenta a possibilidade de instalação da câmera na traseira do Apple Watch, posição que exigiria a retirada do dispositivo, do pulso, para a captação das imagens.

Questões a resolver

patente do Apple Watch com câmera na coroa digital mostra que a funcionalidade pode chegar em breve ao dispositivo. Mas para tanto, a big tech precisará resolver alguns problemas, como a dificuldade de se instalar uma lente na Digital Crown.

O documento não detalha como isso será feito, mas um dos responsáveis pela patente é o pesquisador Tyler S. Bushnell. Em um trabalho anterior, ele desenvolveu uma versão renovada da coroa, com área sensível ao toque em vez do aparato mecânico de movimento, que abriria espaço para a instalação do sensor.

Questões sobre privacidade também foram levantadas, pois a câmera minúscula poderia ser usada para registros sem autorização. Sobre isso, o documento não traz nenhuma informação.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Apple é notificada pelo MJ por danos auditivos causados por AirPods

Apple foi notificada na segunda-feira (30) pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon/MJSP) a respeito da segurança dos seus AirPods, fones de ouvido sem fio da empresa. Isso porque uma criança estadunidense de 12 anos pode ter sofrido sérios danos auditivos pelo uso do aparelho.

Agora, a empresa tem o prazo de 72 horas, a partir de segunda-feira, para dar mais explicações sobre o caso. Segundo o Ministério da Justiça, a Apple deve informar os possíveis riscos dos AirPods e oferecer mais detalhes sobre o processo de fabricação e comercialização do produto.

“Estamos investigando possível defeito e consequente risco à saúde e segurança dos consumidores brasileiros. A intenção é que a empresa aja com transparência e colabore com as autoridades nacionais e internacionais para esclarecimento imediato do caso”, afirmou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

Entenda o caso

Em 2020, os pais do garoto de 12 anos entraram com uma ação judicial contra a Apple nos Estados Unidos. Segundo declarações da família, os AirPods Pro reproduziram o “Alerta Amber”, notificação sonora extremamente aguda criada para avisar sobre o desaparecimento de crianças.

O som, no entanto, rompeu os tímpanos do jovem. Agora, o menino está com perda auditiva permanente no ouvido direito e tem passado por crises de tontura, vertigem, zumbidos e náusea, de acordo com o processo.

Fonte: TecMundo

Poradmin

iPhone 15 de 2023 deve adotar chip 5G da própria Apple

Apple está aos poucos colocando em prática os planos da empresa de ser a responsável pelo modem 5G presente nos próprios celulares. Seguindo as previsões mais recentes, a expectativa é de que ela comece a lançar eletrônicos com o componente integrado já em 2023.

A informação é do The Wall Street Journal, que publicou uma reportagem analisando recentes movimentações da Maçã no setor. De acordo com a matéria, o modem desenhado e encomendado pela companhia está saindo do papel para ser usado em iPhonesiPads e em alguns modelos do Apple Watch.

Ao menos três movimentos foram detectados nesse setor: a compra da divisão de chips wireless 5G da Intel em 2019, a abertura de uma série de vagas de emprego na área (e em cidades que concentram escritórios de rivais, como a Broadcom) e a redução da parceria com a Qualcomm, que passará de fornecer quase 100% desses chips para apenas 20% justamente em 2023.

O que pode mudar?

Caso o modem 5G de fato vire da própria Apple a partir da geração iPhone 15, isso significa que a empresa terá o controle sobre mais um dos componentes internos do aparelho. O chip pode até passar a integrar o conjunto do processador de linha A, que tradicionalmente roda nos smartphones da marca.

Com tantas peças criadas e integradas em casa, há a possibilidade de otimização do desempenho e do consumo de energia do dispositivo, assim como o barateamento de processos. A reportagem, entretanto, cita que o processo de criação e fabricação é complicada e talvez seja necessário algum tempo até que todo o processo seja refinado.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Engenheiro cria smartphone Android com entrada Lightning

O engenheiro Ken Pillonel, dono do canal Exploring the Simulation no YouTube, é praticamente o Dr. Frankestein dos dispositivos móveis. Depois de modificar um iPhone para que o dispositivo ganhe uma entrada padrão USB-C, que é o sonho de muitos consumidores, agora ele fez uma alteração similar na concorrência.

A novidade foi a criação de um smartphone Android com entrada Lightning, que é o tradicional conector da Apple. Para o experimento, Ken utilizou um Samsung Galaxy A51, que permanece totalmente funcional para carregamento e transferência de dados.

Dessa vez, ele levou menos tempo para conseguir finalizar o projeto e o resultado ficou ainda com cara de modificação, porém com um acabamento mais profissional. Segundo o engenheiro, isso é resultado da experiência adquirida com as tentativas anteriores — o que não significa que foi fácil, já que ele precisou fazer uma modificação para que o cabo fosse “enganado” e ache que está na verdade plugado a um dispositivo da Apple.

O vídeo completo com as explicações técnicas a respeito da modificação deve ser lançado em breve no mesmo canal.

E agora?

É bem possível que essa versão modificada não tenha o mesmo destino das anteriores: tanto o iPhone de Ken quanto uma modificação impermeável e melhorada criada por outro usuário foram leiloadas, mas uma série de lances falsos fez o engenheiro perder a fé no processo.

Por isso e pelo menor apelo que um dispositivo Android com um conector menos popular pode atrair, ele deve mantar o aparelho em sua coleção pessoal e continuar com alterações artesanais no canal.

Fonte: TecMundo

Poradmin

iOS: atualizar manualmente é melhor que esperar avisos, diz Apple

Um executivo de alto escalão da Apple explicou que atualizar o iPhone manualmente garante que você receba novas versões do iOS até um mês antes do que as pessoas que esperam um aviso via notificação do sistema.

Segundo o site MacRumors, quem confirmou isso foi o vice-presidente sênior de engenharia de software da Apple, o carismático Craig Federighi. Ele respondeu ao e-mail de um usuário chamado Mateusz Buda, que ficou incomodado com a demora de várias semanas para receber o aviso de atualização do já liberado iOS 15.4 — mesmo tendo ligado as atualizações automáticas do sistema.

Em resposta, o executivo explicou que a empresa de fato faz o envio do download em “ondas” e privilegia os usuários que vão até as opções de buscar e baixar uma atualização pelas configurações, só depois avisando o resto da comunidade.

Confira a carta na íntegra

“Oi, Mateusz. Nós gradualmente enviamos novas atualizações do iOS primeiro tornando eles disponíveis para aqueles que explicitamente buscam por elas nos Ajustes, e daí de uma a quatro semanas depois (depois que recebemos respostas sobre a atualização) nós ampliamos o envio para os dispositivos com o download automático habilitado. Espero que tenha ajudado! Craig”

Por que isso acontece?

Apesar de Federighi não ter explicado exatamente o motivo dessa diferença temporal e a empresa não ter se pronunciado oficialmente sobre o caso, usuários do tópico original no Reddit especulam que são ao menos dois motivos para que as atualizações sejam divididas entre manuais e automáticas.

O primeiro ponto é não sobrecarregar os servidores da própria Apple, já que enviar a atualização e transferir o firmware ao mesmo tempo para absolutamente todos os usuários de iPhone poderia comprometer a infraestrutura da companhia. Isso também pode valer para a atualização de aplicativos, em especial os nativos ou populares.

Já o segundo envolve eventuais bugs graves ou vulnerabilidades que são descobertas apenas depois que uma pequena parcela dos usuários fez a atualização, permitindo que muitos não entrem em contato com esses problemas.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Apple libera carteira de motorista no iPhone e Apple Watch

A aguardada função que permite adicionar a carteira de motorista no app Wallet da Apple foi lançada nesta quarta-feira (23) nos Estados Unidos. A novidade chega para os moradores do estado do Arizona, que também podem ter a identidade no iPhone eno Apple Watch.

Com a estreia do recurso, os donos do celular e do relógio inteligente da Maçã que vivem no estado ganham uma praticidade a mais. Na hora de viajar, eles podem apresentar a identidade digital em pontos de verificação da Administração para a Segurança dos Transportes dos EUA (TSA) no Aeroporto Internacional de Phoenix.

Basta aproximar o dispositivo do equipamento de verificação da TSA e usar o Face ID ou Touch ID para permitir a transferência dos dados, sem precisar desbloquear o aparelho. Todas as informações são compartilhadas digitalmente, evitando a utilização dos documentos físicos.

Apresentando os documentos no iPhone.

Apresentando os documentos no iPhone.Fonte:  Apple/Divulgação 

Segundo a Apple, “apenas as informações necessárias para a interação” são enviadas, por meio de um sistema de comunicação criptografada, com o usuário tendo a oportunidade de revisar e autorizar o procedimento antes da conclusão. Uma foto do viajante também é registrada pelo terminal da TSA “para fins de verificação”.

Modelos compatíveis

carteira de motorista no iPhone, bem como o documento de identificação estadual, podem ser adicionados no iPhone 8 e versões posteriores com iOS 15.4 instalado. No caso do smartwatch, a ferramenta é compatível com o Apple Watch Series 4 ou posterior com watchOS 8.4 ou posterior.

O processo para adicionar os documentos no app Carteira é feito em alguns passos simples, bastando tocar na opção “Carteira de habilitação ou ID estadual” no menu do botão “+” para começar. Na sequência do procedimento de verificação e configuração, o usuário deve tirar uma selfie e digitalizar frente e verso dos documentos, para checagem pelas autoridades estaduais.

A CNH no Apple Watch também foi liberada.

A CNH no Apple Watch também foi liberada.Fonte:  Apple/Divulgação 

Para aumentar a segurança, o usuário deve ainda fazer uma série de movimentos faciais e de cabeça durante a verificação, seguindo as orientações mostradas na tela do gadget.

De acordo com a Apple, os próximos estados a receber a CNH no iPhone são Colorado, Connecticut, Iowa, Maryland, Havaí, Ohio, Georgia, Mississippi, Utah, Kentucky e Oklahoma. O território de Porto Rico também está na lista.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Apple desmancha temporariamente time que trabalha em carro da marca

A equipe responsável por desenvolver o carro da Apple foi “dissolvida” pela empresa. A informação é do analista Ming-Chi Kuo, que acompanha e tem boas fontes sobre os diferentes projetos da Maçã.

“O projeto do Apple Car foi dissolvido por algum tempo. A reorganização pelos próximos três a seis meses é necessária para atingir a meta de produção em massa até 2025”, diz Kuo em seu perfil no Twitter.

A segunda metade da mensagem, entretanto, sugere que o projeto não foi engavetado. Na verdade, a empresa estaria passando por mudanças corporativas necessárias para cumprir a meta interna — que é a de lançar o veículo nos próximos anos, iniciando a fabricação até 2025.

Virando lenda

Em janeiro de 2022, o jornalista Mark Gurman indicou que o projeto de lançar um automóvel elétrico e talvez autônomo foi acelerado na empresa, mas já estava com problemas após a saída do chefe do programa de engenharia de software da divisão.

Segundo rumores recentes, o carro da Apple estaria em fases iniciais de desenvolvimento, com o sistema autônomo sendo feito em parceria com uma empresa sul-coreana. Já o automóvel em si anteriormente seria produzido pela Hyundai, mas o acordo foi pausado ainda no ano passado. As primeiras especulações sobre a existência do “Apple Car” datam de 2014.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Apple lança macOS 12.3 com Controle Universal e novos emojis

Applelançou nesta segunda-feira (14) o macOS Monterey 12.3, atualização do sistema operacional que chega para toda a base de usuários da versão estável, trazendo novidades bastante aguardadas. Uma delas é o Controle Universal, também liberado para o iPadOS 15.4.

Revelado no ano passado, o recurso permite utilizar os mesmos teclado e mouse de um Mac para manusear um iPad ou outro Mac, simultaneamente. Com a ferramenta, você pode selecionar um arquivo no tablet, por exemplo, e arrastá-lo para o PC (ou vice-versa), como se fossem dois monitores conectados.

Esta compilação também vem com 37 novos emojis para o macOS, atualizando a lista de opções com as mesmas alternativas lançadas para os dispositivos móveis da Maçã. Diferentes tipos de rostos, objetos domésticos e gestos com as mãos, incluindo a escolha de tons de pele separados para cada mão, estão entre as novidades.

O Controle Universal oferece uma maior integração entre os dispositivos da Apple.

O Controle Universal oferece uma maior integração entre os dispositivos da Apple.Fonte:  Apple/Divulgação 

Outro destaque é a disponibilização do áudio espacial no app Music em computadores Mac com o chip M1. Conectando os AirPods compatíveis à máquina, o firmware será atualizado para ter acesso ao rastreamento dinâmico da cabeça, aprimorando a experiência ao ouvir músicas e outros conteúdos.

Mais novidades e correções

atualização para o macOS 12.3 também inclui a possibilidade de adicionar notas a senhas salvas no Safari, suporte ao italiano e chinês nas traduções do navegador e novos filtros para o app Podcasts (episódios para temporada, episódios reproduzidos, não reproduzidos, salvos e baixados). Já a Siri passa a contar com uma voz adicional.

Como acontece em todo update, a versão traz ainda correções de bugs, como a solução para a brecha que permitia aos apps falsificar notificações do sistema e a interface do usuário. Problemas com áudio distorcido em vídeos no Apple TV e na abertura de artigos por meio do widget de notícias são algumas das outras falhas resolvidas.

Fonte: TecMundo

Poradmin

Apple reduz preços de iPhones, AirPods e iPod no Brasil

Apple apresentou diversas novidades nesta terça-feira (8), entre as quais a aguardada terceira geração do iPhone SE. Embora o mais recente lançamento da Maçã ainda não tenha previsão de chegada ao Brasil, o seu anúncio já influenciou os preços dos demais modelos da marca à venda no país, que tiveram uma leve redução.

Como relata o MacMagazine, os preços do iPhone no Brasil apresentaram redução de 3,4% na loja online da Apple, logo após o anúncio do iPhone SE 3. O abatimento nos valores atingiu quase todas as variantes disponíveis no e-commerce da fabricante, ficando de fora somente as versões “padrão” do iPhone 13, iPhone 12 e iPhone 11, além de afetar também os AirPods e o iPod touch.

Por outro lado, a nova geração do “celular baratinho” da Apple ficou mais cara que o iPhone SE 2020. O modelo que acaba de ser oficializado vai custar a partir de R$ 4.199 no país, uma diferença de R$ 500 para o preço inicial da segunda geração, na variante de 64 GB.

O preço reduzido do iPhone 13 mini já aparece na Apple Store.Fonte:  Apple Store/Reprodução 

Veja como ficaram os novos preços dos iPhones no Brasil (valores sugeridos pela Apple):

iPhone 12 mini

  • iPhone 12 mini 128GB: R$ 5.505
  • iPhone 12 mini 256GB: R$ 5.988
  • iPhone 12 mini 512GB: R$ 6.954

iPhone 13 mini

  • iPhone 13 mini 128GB: R$ 6.374
  • iPhone 13 mini 256GB: R$ 7.340
  • iPhone 13 mini 512GB: R$ 9.272

iPhone 13 Pro

  • iPhone 13 Pro 128GB: R$9.176
  • iPhone 13 Pro 256GB: R$10.142
  • iPhone 13 Pro 512GB: R$12.074
  • iPhone 13 Pro 1TB: R$14.006

iPhone 13 Pro Max

  • iPhone 13 Pro Max 128GB: R$ 10.142
  • iPhone 13 Pro Max 256GB: R$ 11.108
  • iPhone 13 Pro Max 512GB: R$ 13.040
  • iPhone 13 Pro Max 1TB: R$ 14.972

AirPods e iPod touch

Igualmente influenciados pela estreia do iPhone SE 2022, os fones de ouvido da marca ficaram mais baratos, assim como o player da Apple. Nestes casos, a redução dos preços varia de 3% a 4,3%, dependendo do produto e da versão. Confira os valores.

Novos preços dos AirPods:

  • AirPods (2ª geração): R$ 1.579
  • AirPods (3ª geração): R$ 2.296
  • AirPods Pro: R$ 2.870
  • AirPods Max: R$ 6.691

Novos preços do iPod touch:

  • iPod touch 32GB: R$ 1.635
  • iPod touch 128GB: R$ 2.405
  • iPod touch 256GB:R$ 3.174

Fonte: TecMundo